Robotização Da Vida

Oferecimento:
Oferecimento:

Rebeca de Moraes

Rebeca de Moraes

Sócia-diretora Soledad

Na América Latina, 37% dos consumidores já utilizam o recurso de voz para interagir com os dispositivos digitais e 86% dos consumidores acreditam que essa ferramenta agiliza a interação. Mas será que esse comando por voz significa verdadeiramente estar no controle?

As máquinas já são capazes de sentir e, mais do que isso, ajudar emocionalmente os humanos, mas, se a evolução tecnológica seguir nesse ritmo, até quando conseguiremos controlar o limite entre a vida real e a vida digital?

Sem sombra de dúvidas, a robotização é realmente um avanço significativo para a vida humana. Com ela, ganhamos tempo e tornamos a vida mais prática. Mas será que não estamos perdendo o controle? Antes que isso aconteça, vamos entender o que vem por aí.

PODCAST

Ouça agora o que podemos esperar para o futuro da robotização.

VIDEOS

Veja como as relações humanas e digitais podem conviver na identidade tecnológica.

LEIA MAIS SOBRE
Robotização Da Vida

A harmonia entre tecnologia e vida humana é estratégica. Saiba mais sobre como encontrar esse equilíbrio.

6 aplicativos que vão te ajudar a se aproximar dos amigos em tempos de isolamento social

Em tempos de isolamentos social, alguns aplicativos ganharam destaque. Na lista, estão jogos, plataformas de videochamada e de streaming

Aplicativos de relacionamento registram crescimento durante pandemia

Em tempos de coronavírus, as relações humanas sofrem repaginamento, causando aumento da procura por namoro em aplicativos de relacionamento

Robotização humanizada: como nos adaptamos a novas tecnologias

Em entrevista à Consumidor Moderno, Rebeca de Moraes fala sobre como se dá a adaptação dos consumidores a novidades tecnológicas

Análise de sentimentos: quem faz, benefícios para o consumidor e cuidados necessários

A Consumidor Moderno ouviu dois especialistas para entender como o consumidor pode se beneficiar com esse tipo de tecnologia

Na quarentena, veja as empresas que estão liberando serviços e produtos gratuitos

TV por assinatura e internet da Claro, livros Kindle da Amazon, treinos da SmartFit. Conheça esses e outros serviços online que você pode acessar em casa

Como o isolamento social potencializa nossa dependência da tecnologia

Mesmo os desconfiados passam a usar apps de carona para fugir do transporte público e quem não comprava pela internet abastece sua dispensa comprando online


Fabrício Luz 31 anos | Jornalista

Conheça Fabrício Luz, o jornalista high-tech que está em busca desse equilíbrio.

Estou sempre buscando conhecer novas culturas e formas de viver a vida, em convívio com as pessoas e com a tecnologia. Falando nela, a minha relação é de amor e ódio. Amo por questões práticas do dia a dia do trabalho. Mas é muito importante saber dosar e usá-la a nosso favor. Quanto mais a gente usa, mais dependente ficamos. Por isso é imprescindível saber um pouco quando ficar offline, para curtir a família, seu namorado, poder sair de casa. Mas, ao mesmo tempo, também é a ela que recorro quando quero me desconectar do mundo – seja vendo TV, seja navegando no celular.

Por isso, não há como negar que a tecnologia me ajuda muito. Sou destes viciados em videogames. É ele minha rota de fuga aos fins de semana quando estou cansado e não quero ver ninguém. Amo jogos de RPG, por exemplo. Os que mais atraem são justamente os que têm uma boa história, uma boa trama para contar.

Foto Paulo Reis

Top