Viver Melhor

Oferecimento:
Oferecimento:

Iza Dezon

Iza Dezon

Diretora PeclersParis

Este é um dos temas mais atuais da sociedade, já que a certeza da longevidade nos fez compreender que cada um de nós é responsável pelo próprio equilíbrio físico e mental.

Foi assim que surgiu o conceito wellness, por exemplo, com a busca por exercícios em prol do bem-estar e da harmonia entre nosso corpo e mente.

Até 2050, 25% da população mundial estará acima de 60 anos e os Millennials deverão viver de 100 a 120 anos. Por isso, investir nessa jornada de autoconhecimento e conscientização já é uma realidade.

O indivíduo não espera mais que as empresas assumam essa responsabilidade; ele mesmo está criando oportunidades para superar a ansiedade e finalmente Viver Melhor.

PODCAST

De repente é preciso parar e se escutar. Ouça também o conteúdo que vai expandir as suas próximas decisões.

VIDEOS

Perceba a vida sob um novo olhar e veja os impactos dessa transformação na sua caminhada.

LEIA MAIS SOBRE
Viver Melhor

Para fazer diferença no mundo, precisamos saber quem somos. Saiba mais sobre essa busca decisiva pela nossa própria identidade.

Viver Melhor: como o cuidado com o colaborador pode influenciar essa tendência?

Apoiadora da tendência Viver Melhor, a Kainos desenvolve estratégias para ampliar a qualidade de vida dos funcionários, inclusive em um cenário de pandemia

Podcasts com conteúdos de bem-estar para ouvir em casa durante a quarentena

Da terapia ao mindfulness, programas que trazem capítulos dedicados a ajudar a mente a enfrentar as situações impostas pela pandemia do novo coronavírus

Após dias de isolamento social, como manter uma boa saúde mental durante o restante da quarentena?

Uma das saídas é se envolver mais com a prática de mindfulness, um treinamento de atenção que vai além da meditação e foca em estarmos mais conscientes diante dos desafios da vida

Financial wellness: o que é e por que as empresas devem ficar de olho nisso

Conheça uma nova perspectiva sobre o bem-estar dos colaboradores que pode aumentar a produtividade, diminuir conflitos interpessoais e os desligamentos por insatisfação salarial

Dicas para reduzir o estresse e a ansiedade durante a quarentena

O isolamento social e a disseminação do coronavírus têm trazido incerteza, medos e inseguranças. É importante gerenciar as emoções para aumentar a imunidade

Saúde emocional: peça-chave para viver melhor em tempos de coronavírus

Psicoterapeuta explica porque pessoas em pânico tem mais chances de pegar o vírus. Veja também como o medo impactou a procura por itens de higiene no Brasil


Renata Dias 42 anos | Astróloga e pesquisadora de arquétipos femininos

Conheça Renata Dias, astróloga e pesquisadora de arquétipos femininos que mudou de vida com a “Lei do Equilíbrio”.

Acredito que a identidade de cada um, saber quem você é, e a sua unicidade, que é aquilo que só você tem, é necessária para que você atue no mundo. Quem não tem identidade não consegue deixar sua marca e não consegue fazer aquilo que tem de fazer. E, ao mesmo tempo, quem não consegue desenvolver sua própria identidade, que é um caminho de autoconhecimento, e autoconhecimento serve pra isso, para a gente saber quem a gente é o que estamos fazendo aqui, simplesmente se dissolve na multidão. A multidão ou o todo é parte nossa e nós somos parte dele, mas só fazemos a diferença sabendo quem somos e atuando de acordo com o que somos.

Por isso a necessidade de eu encontrar um tempo pra mim, de me cuidar, de entender que preciso estar equilibrada, seja através de meditação, seja através de contato com a natureza ou tendo momentos de qualidade com pessoas que eu amo, fazendo o trabalho que eu gosto de fazer. Tudo isso é necessário para que eu viva bem. Acredito que os grandes desequilíbrios das pessoas, as grandes neuroses, aparecem porque a gente se joga na vida, vai fazendo as coisas que tem de fazer e não para pra perceber até que ponto você está sendo você, até que ponto você está se cuidando, até que ponto você está mantendo o equilíbrio. No universo há uma lei que é extremamente importante, e a gente banaliza isso, que é a lei do equilíbrio. Temos de fazer tudo, mas na medida certa, na hora certa e colocando e despendendo a energia correta para cada atividade. Cuidar da gente faz parte de manter este equilíbrio nosso e do mundo também. Porque quando a nossa energia está bem, equilibrada, também estamos influenciando quem está ao nosso redor.

Foto Paulo Reis

Top